ILOSONEValeant Farmacêutica do Brasil Ltda

Para que serve folheto informativo, informação para o utilizador

Folheto / Bula do Medicamento


Recomendações

  • Sempre verifique que não é alérgica a nenhum dos componentes
  • Lembre-se, sempre verifique com seu médico, a informação que nós oferecemos é indicativa e não de forma alguma substituir a de seu médico ou outro profissional de saúde.



ILOSONE
Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda
Gel
20 mg/g

ILOSONE

eritromicinaForma farmacêutica e apresentaçãoGel Tópico (20mg/g) - Embalagem com uma bisnaga de 60 g.

USO EXTERNOVIA TÓPICAUSO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO

Cada grama de Ilosone contém 20 mg de eritromicina base.excipiente: álcool etílico, butil-hidroxitolueno e hiprolose.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

1. INDICAÇÕES

Ilosone gel é indicado para o tratamento tópico da acne vulgar, nos graus em que predominam as pápulas e pústulas, particularmente o grau II e outrasafecções que respondam à terapia com eritromicina. Esta preparação não é recomendada como tratamento único para acne graus III (nodulocística) e IV(conglobata).

2. RESULTADOS DE EFICÁCIA

Uma formulação de eritromicina 20mg/g em gel foi comparada com seu veículo em um estudo multicêntrico, randomizado e duplo-cego envolvendo 187pacientes com acne vulgar leve a moderada. Os pacientes foram tratados duas vezes ao dia por oito semanas, sendo que a eritromicina 2mg/g comprovou sersignificativamente mais efetiva do que o veículo na redução de lesões inflamatórias e não inflamatórias. Após oito semanas, 60% dos pacientes no grupo daeritromicina tiveram resposta boa ou excelente ao tratamento.1Outro estudo randomizado, investigador-cego, comparou uma formulação de eritromicina 20mg/g em gel com fosfato de clindamicina 1% em solução. Oestudo foi realizado em 102 pacientes com acne vulgar leve a moderada durante doze semanas. Os pacientes utilizaram os produtos duas vezes ao dia e foramavaliados na visita inicial e após 4, 8 e 12 semanas de tratamento. Ambos os medicamentos reduziram significativamente o número de lesões inflamatórias enão inflamatórias. Ao final de doze semanas, 48% dos pacientes no grupo da eritromicina e 47% no grupo de clindamicina tiveram resposta boa ou excelenteao tratamento.2Referências: 1) Pochi PE, Bagatell FK, et al. Erythromycin 2 percent gel in the treatment of acne vulgaris. Cutis 1988 Feb; 41(2):132-6. 2) Leyden JJ, Shalita AR, et al. Erythromycin 2% gel in comparison with clindamycin phosphate 1% solution in acne vulgaris. J Am Acad Dermatol 1987;16:822-7.

3. CARACTERÍSTICAS FARMACOLÓGICAS

Podem ser necessárias de seis a oito semanas de tratamento até que se possa observar o efeito terapêutico de IlosoneMecanismo de ação A eritromicina é um antibiótico macrolídeo que inibe a síntese de proteína em organismos suscetíveis por meio da ligação reversível a subunidadesribossômicas 50 S, inibindo, assim, a translocação do RNA de transferência da aminoacil e inibindo, assim, a síntese de polipeptídeos. Aplicada por via tópica, a eritromicina suprime a Propionibacterium acnes, bactéria residente nos folículos sebáceos, reduzindo, assim, a hidrólise detriglicerídeos em ácidos graxos mediada pela P. acnes e diminuindo, desse modo, a formação de ácidos graxos. Acredita-se que esse seja um fator responsávelpela sua eficácia na redução das contagens de lesões de acne.Resistência e Resistência Cruzada O uso contínuo da eritromicina por mais de 8 a 12 semanas pode aumentar o risco de desenvolvimento de P. acnes resistente à eritromicina. A resistência cruzada pode se desenvolver como resultado de mutações pontuais nos genes que codificam o RNA ribossômico 23 S. Como resultado dessasmutações pontuais, a maior parte das cepas de P. acnes que são resistentes à eritromicina pode apresentar resistência cruzada à clindamicina. Estudos mostramfenótipos de resistência cruzada menos comuns contra macrolídeos, lincosamidas e estreptograminas tipo B. As frequências de resistência bacteriana podem variar geograficamente. A variação pode ser de 25 a 50%. O uso concomitante de peróxido de benzoíla com a eritromicina tópica propicia benefícios adicionais de não estar associado com resistência do P. acnes e deredução do aparecimento de cepas de P. acnes resistentes à eritromicina ou resistentes à clindamicina.Efeitos farmacodinâmicos O mecanismo exato pelo qual a eritromicina reduz as lesões de acne vulgar não é completamente conhecido; no entanto, o efeito parece ser, em parte, devido àatividade antibacteriana do fármaco.FarmacocinéticaA absorção percutânea da eritromicina a partir de aplicações tópicas é insignificante. Níveis séricos não foram detectados após estudos de 2 meses de uso daeritromicina tópica a 2%.4. CONTRAINDICAÇÕESEste produto é contraindicado em pacientes hipersensíveis à eritromicina, ou aos outros componentes da fórmula.Não utilizar nos olhos, boca ou ouvidos.5. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕESEritromicina deve ser utilizada com cautela em pacientes com sensibilidade ou alergia a qualquer ingrediente do produto. O uso concomitante com outras terapias tópicas para acne deve ser feito com cautela, uma vez que pode ocorrer um efeito irritante cumulativo,especialmente com o uso de peelings ou agentes descamativos ou abrasivos. Caso ocorra irritação ou dermatite a eritromicina deve ser descontinuada. O contato com boca, olhos, lábios, membranas mucosas e pele lesionada deve ser evitado.
Resistência à eritromicina Podem ocorrer resistência cruzada e sensibilidade cruzada com outros antibióticos do grupo macrolídeos e com a clindamicina. O uso de agentesantibióticos pode estar associado ao crescimento excessivo de organismos resistentes a antibióticos. Se isso ocorrer, descontinue o uso.Colite pseudomembranosaA eritromicina deve ser usada com cautela em pacientes com enterite regional, colite ulcerativa e colite associada a antibióticos (incluindo colitepseudomembranosa) ou com um histórico dessas condições. Colite pseudomembranosa foi relatada com quase todos os agentes antibacterianos, incluindo a eritromicina, e pode variar quanto à gravidade deleve até ameaça à vida. Embora esse evento tenha pouca probabilidade de ocorrer com a eritromicina aplicada por via tópica, se diarreia prolongadaou significativa ocorrer ou se o paciente apresentar cólicas abdominais, o tratamento deve ser descontinuado imediatamente e o paciente beminvestigado, uma vez que os sintomas podem indicar colite associada a antibióticos.Gravidez e Lactação Gravidez: Há dados limitados sobre o uso da eritromicina tópica em mulheres grávidas. Não estão previstos efeitos durante a gravidez, uma vez que aexposição sistêmica à eritromicina é muito limitada. No entanto, a eritromicina tópica deve ser usada durante a gravidez somente se o benefícioesperado justificar o potencial risco para o feto. Categoria B: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.Lactação: A absorção percutânea da eritromicina é muito limitada; no entanto, não se sabe se a eritromicina é excretada no leite materno após aaplicação tópica. A eritromicina é excretada no leite materno após a administração oral e parenteral. A eritromicina tópica deve ser usada durante alactação somente se o benefício esperado justificar o potencial risco para o lactente. Se usada durante a lactação, a eritromicina não deve ser aplicadana área das mamas para evitar a ingestão acidental pelo lactente.Capacidade de realizar tarefas que exigem habilidades motoras, de julgamento ou habilidades cognitivas: não é esperado qualquer efeito baseando-seno perfil de reações adversas.INFORMAÇÕES NÃO CLÍNICAS Fertilidade Não há dados sobre o efeito da eritromicina tópica sobre a fertilidade. Gravidez Não há dados sobre o efeito da eritromicina tópica sobre o desenvolvimento embrionário/fetal. GenotoxicidadeEstudos de genotoxicidade não foram conduzidos com a eritromicina base. O estearato de eritromicina não foi mutagênico em um ensaio de mutagenicidade bacteriana (Salmonella typhimurium), na presença e na ausência deativação metabólica, e não foi genotóxico em um ensaio de aberração cromossômica e em um ensaio de troca de cromátides irmãs em células deovário de hamster chinês, na presença e na ausência de ativação metabólica. Um pequeno aumento na frequência de mutações de relevância biológicaquestionável foi observado no ensaio de células de linfoma L5178Y de camundongos na ausência de ativação metabólica. Carcinogênese Estudos de carcinogenicidade não foram conduzidos com a eritromicina base. Estudos de carcinogenicidade em camundongos e ratos com aadministração de estearato de eritromicina na dieta não mostraram evidências de tumorigenicidade.6. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSASO uso concomitante com outras terapias tópicas para acne deve ser feito com cautela, uma vez que pode ocorrer um efeito irritante cumulativo,especialmente com o uso de peelings ou agentes descamativos ou abrasivos. Caso ocorra irritação ou dermatite a eritromicina deve ser descontinuada.Foi observado antagonismo in vitro entre a eritromicina e a clindamicina

7. CUIDADOS DE ARMAZENAMENTO DO MEDICAMENTO

Conserve em temperatura ambiente (entre 15 e 30 °C). Mantenha longe do fogo. Prazo de validade: 24 meses. Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.Ilosone gel é um gel incolor, com forte odor de álcool.Após o uso, recoloque a tampa com firmeza no produto para evitar a evaporação. Antes de usar observe o aspecto do medicamento. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.8. POSOLOGIA E MODO DE USARIlosone deve ser aplicado na área afetada, duas vezes ao dia. Após a pele ter sido bem lavada com água morna e sabonete, aplicar com a ponta dos dedos.As mãos devem ser lavadas após a aplicação.Deve-se fazer uso do medicamento por até no máximo seis meses. Caso não seja observada melhora após 6 a 8 semanas, ou se os sintomas piorarem, otratamento deve ser descontinuado.Idosos Não há recomendações específicas para o uso em idosos.Insuficiência renal e/ou hepática Nenhum ajuste da dosagem é necessário. Uma vez que há uma absorção percutânea muito limitada da eritromicina após a aplicação tópica, não se espera que ocomprometimento renal e/ou hepático resulte em uma exposição sistêmica de importância clínica.9. REAÇÕES ADVERSASA seguinte convenção foi utilizada para a classificação das reações adversas: muito comum (? 1/10), comum (? 1/100 a<1/10), incomum (? 1/1.000 a<1/100), rara (? 1/10.000 a <1/1.000), muito rara (<1/10.000) e não conhecida (não pode ser estimada com os dados disponíveis).
DADOS DE ESTUDOS CLÍNICOS Distúrbios do tecido da pele e subcutâneoMuito comuns: sensação de ardor na pele; irritação da pele; pele ressecada, especialmente no início do tratamento; dor em pontada no local daaplicação; eritema no local de aplicação, especialmente no início do tratamento.DADOS PÓS-COMERCIALIZAÇÃODistúrbios do sistema imunológico Raros: reação alérgica.Distúrbios gastrointestinais Raros: diarreia, desconforto abdominal, dor abdominal superior.Distúrbios do tecido da pele e subcutâneo Raros: erupção cutânea, urticária, prurido.Distúrbios gerais e condições no local de aplicação Raros: edema na face.Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária ? NOTIVISA, disponível emwww.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

10. SUPERDOSE

Sintomas e sinaisEm caso de ingestão acidental, as mesmas reações adversas gastrintestinais observadas com a eritromicina administrada por via oral podem ser observadas. A formulação contém uma quantidade significativa de etanol. A absorção sistêmica dessa quantidade deve ser considerada uma possibilidade em caso desuperdosagem.Tratamento O controle adicional deve ser conforme clinicamente indicado.Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

Marca Registrada M.S. 1.0575.0068Resp. Técnica: Viviane Alves Correia

-

CRF-SP nº 34697 Registrado por:Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda.R. Mário Junqueira da Silva, 736/766Campinas - SPCNPJ 61.186.136/0001-22Indústria BrasileiraUma empresa do grupo Valeant Pharmaceuticals International - USAFabricado por: Laboratórios Stiefel Ltda. Rua Professor João Cavalheiro Salem, 1081/1301 Guarulhos - SP

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA - SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA


Produto: ILOSONE
Processo de origem: 25351.192957/2002-94

ANEXO BHISTÓRICO DE ALTERAÇÃO PARA A BULA


Número do expedienteNome do assunto
Data da notificação/petição
Data da aprovação da petição
Itens alteradosInclusão Inicial de Texto de Bula ?
Adequação ao
2° do Art 41 da
NA
30/08/2013
Imediato
RDC 60/12
RDC 47/2009