Ibuprofeno Pharmakern

Para que serve folheto informativo, informação para o utilizador

Folheto / Bula do Medicamento


Recomendações

  • Sempre verifique que não é alérgica a nenhum dos componentes
  • Lembre-se, sempre verifique com seu médico, a informação que nós oferecemos é indicativa e não de forma alguma substituir a de seu médico ou outro profissional de saúde.




FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Ibuprofeno Pharmakern 200 mg granulado efervescente
Ibuprofeno Pharmakern 400 mg granulado efervescente
Ibuprofeno

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
-Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
-Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
-Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento
pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
-Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:
1. O que é Ibuprofeno Pharmakern e para que é utilizado
2. Antes de tomar Ibuprofeno Pharmakern
3. Como tomar Ibuprofeno Pharmakern
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Ibuprofeno Pharmakern
6. Outras informações

1. O QUE É IBUPROFENO PHARMAKERN E PARA QUE É UTILIZADO

O ibuprofeno pertence ao grupo dos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
derivados do ácido propiónico.

Ibuprofeno Pharmakern está indicado nas seguintes situações

Reumatologia
No tratamento da artrite reumatóide (incluindo artrite idiopática juvenil ou Doença
de Still), da osteoartrose, da espondilite anquilosante e de artropatias seronegativas.

No tratamento de outras formas reumáticas abarticulares, Ibuprofeno Pharmakern
está indicado em patologias peri-articulares como "ombro congelado" (capsulite),
bursites, tendinites e sacro-lombalgias; pode ainda ser utilizado em caso de
traumatismo dos tecidos moles tais como luxações e entorses.

Como analgésico
Os grânulos de Ibuprofeno Pharmakern estão também indicados como analgésicos
em dores ligeiras e moderadas por exemplo dismenorreia, dor de dentes
(odontalgias), cefaleias, enxaquecas e dores pós operatórias.

Como antipirético
Para febre de várias origens.

2. ANTES DE TOMAR IBUPROFENO PHARMAKERN

Não tome Ibuprofeno Pharmakern



• se tem alergia (hipersensibilidade) ao ibuprofeno ou a qualquer outro componente
de Ibuprofeno Pharmakern;
• se tem antecedentes de asma, rinite, urticária, edema angioneurótico ou
broncospasmo associados ao uso de ácido acetilsalicílico ou outros fármacos anti-
inflamatórios não esteróides;
• se tem história de hemorragia gastrointestinal com perfuração, relacionada com
terapêutica AINE anterior;
• se tem úlcera péptica/hemorragia activa ou história de úlcera péptica/hemorragia
recorrente;
• se sofre de insuficiência cardíaca grave;
• se tem insuficiência renal grave, em caso de doses elevadas de ibuprofeno (> 1600
mg/dia);
• se tem alterações da coagulação;
• se estiver grávida ou a amamentar.

Tome especial cuidado com Ibuprofeno Pharmakern

• Se tem história de doença gastrointestinal.
• Se ocorrerem sintomas abdominais anormais (especialmente de hemorragia
gastrointestinal), deverá interromper o tratamento e informar imediatamente o seu
médico.
• Se se tratar de uma pessoa idosa.
• Deve ser evitada a administração concomitante de lbuprofeno Pharmakern, com
outros AINE’s, incluindo inibidores selectivos da cicloxigenase-2.
• Se sofre de asma ou tem história prévia de asma brônquica, fale com o seu
médico, antes de iniciar o tratamento com lbuprofeno Pharmakern.
• Se sofre de insuficiência renal, hepática ou cardíaca, fale com o seu médico antes
de tomar lbuprofeno Pharmakern.
• Se sofre de insuficiência cardíaca e/ou hipertensão, o ibuprofeno deve ser
administrado com precaução. Informe o seu médico no caso de notar ao
aparecimento de inchaços ou retenção de líquidos.
• O ibuprofeno, como qualquer outro AINE, pode mascarar os sinais de infecção.
• Se sofre lúpus eritematoso sistémico ou outras doenças auto-imunes, o ibuprofeno
deve ser usado com precaução.
• Se sentir falta de apetite, náuseas, se tiver vómitos, ou apresentar icterícia,
durante o tratamento com lbuprofeno Pharmakern, informe imediatamente o seu
médico.
• Se manifestar reacções cutâneas ou das membranas mucosas, deverá interromper
o tratamento e contactar o seu médico.
• Em caso de dismenorreia, acompanhada de qualquer outra alteração não habitual,
deve consultar o médico.
• Se notar alterações da visão durante o tratamento com ibuprofeno, deverá
suspender a terapêutica e consultar imediatamente o seu médico.
• A utilização do ibuprofeno pode diminuir a fertilidade, não sendo por isso
recomendado a mulheres que estejam a tentar engravidar.

Os medicamentos tais como Ibuprofeno Pharmakern podem estar associados a um
pequeno aumento do risco de ataque cardíaco (enfarte do miocárdio) ou Acidente
Vascular Cerebral (AVC). O risco é maior com doses mais elevadas e em tratamentos
prolongados. Não deve ser excedida a dose recomendada nem o tempo de duração
do tratamento.



Se tem problemas cardíacos, sofreu um AVC ou pensa que pode estar em risco de vir
a sofrer destas situações (por exemplo se tem pressão sanguínea elevada, diabetes,
elevados níveis de colesterol ou se é fumador) deverá aconselhar-se sobre o
tratamento com o seu médico ou farmacêutico.

Ao tomar Ibuprofeno Pharmakern com outros medicamentos

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado
recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita
médica.

A acção de determinados medicamentos como os anticoagulantes (que impedem a
formação de coágulos) (ex. ácido acetilsalicílico, varfarina, ticlopidina), alguns
medicamentos para a hipertensão arterial (inibidores ECA, por exemplo: captopril,
medicamentos bloqueadores dos receptores beta, antagonistas da angiotensina II),
diuréticos, lítio, metotrexato e ciclosporina, entre outros medicamentos pode afectar
ou ser afectada pelo tratamento com ibuprofeno.
Consequentemente deverá obter sempre aconselhamento médico antes de tomar
ibuprofeno em simultâneo com outros medicamentos.

Ao tomar Ibuprofeno Pharmakern com alimentos e bebidas

A ingestão concomitante de ibuprofeno com alimentos não altera significativamente
a absorção.

Gravidez e aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Se estiver a tomar Ibuprofeno Pharmakern e ficar grávida, consulte o seu médico.
Dados dos estudos epidemiológicos sugerem um aumento do risco de aborto
espontâneo, de malformações cardíacas e de gastroschisis na sequência da utilização
de um inibidor da síntese das prostaglandinas no início da gravidez.
• Durante o 1º e 2º trimestre de gravidez, Ibuprofeno Pharmakern não deverá ser
administrado a não ser que seja estritamente necessário.
• A administração de Ibuprofeno Pharmakern está contra-indicada durante o 3º
trimestre de gravidez.
• O uso de Ibuprofeno Pharmakern não é recomendado durante todo o período de
aleitamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Em tratamentos únicos ou de curta duração, Ibuprofeno Pharmakern não interfere,
em geral, com a condução de veículos nem com o uso de máquinas. Contudo, devido
à possibilidade de ocorrência de determinados efeitos secundários, tais como
vertigens e confusão após administração de ibuprofeno, pode estar condicionada a
capacidade de exercer estas actividades
Portanto, não conduza ou utilize máquinas se sofrer algum destes efeitos
secundários.

Informações importantes sobre alguns componentes de Ibuprofeno Pharmakern



• Ibuprofeno Pharmakern contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem
intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.
• Ibuprofeno Pharmakern 200 mg granulado efervescente contém sacarose. Se foi
informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes
de tomar este medicamento.
• Cada saqueta de 200 mg contém 917,3 mg de sacarose. Esta informação deve ser
tida em consideração em doentes com diabetes mellitus.
• Cada saqueta de Ibuprofeno Pharmakern granulado efervescente a 200 mg e 400
mg contém, respectivamente, 53,81 mg e 108,33 mg de sódio (equivalente a 2,34
mEq e 4,71 mEq, respectivamente). Esta informação deve ser tida em consideração
em doentes com ingestão controlada de sódio.

3. COMO TOMAR IBUPROFENO PHARMAKERN

Tomar Ibuprofeno Pharmakern sempre de acordo com as indicações do médico. Fale
com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Modo de administração:
Ibuprofeno Pharmakern destina-se à administração por via oral. Deve ser tomado
preferencialmente após as refeições.
Deve-se esvaziar totalmente o conteúdo de uma saqueta num copo de água, mexer
e ingerir imediatamente.

Crianças
• Crianças entre 25 a 40 Kg de peso: a dose diária recomendada é de 600 mg – 800
mg de ibuprofeno repartida em 3 a 6 tomas (1 saqueta de 200 mg, 3 a 4 vezes ao
dia), sendo a dose máxima recomendada de 800 mg.
• Crianças com peso superior a 40 Kg: A dose diária recomendada é de 1200 mg –
1600 mg de ibuprofeno, repartida em 3 a 4 tomas (1 saqueta de 400 mg, 3 a 4
vezes ao dia ou, 2 saquetas de 200 mg, 3 a 4 vezes ao dia), sendo a dose máxima
recomendada de 1600 mg.

Não deve ser usado em crianças com idade inferior a 6 meses.

Adultos e crianças com idade superior a 12 anos
A dose diária recomendada é de 1200 a 1800 mg por dia repartida em 2 a 3 tomas
(1 saqueta de 400 mg, 3 a 4 vezes ao dia ou, 2 a 3 saquetas de 200 mg 3 a 4 vezes
ao dia) com um intervalo de 8 horas. Alguns doentes podem necessitar apenas de
600 mg a 1200 mg/dia.
Em casos mais graves pode ser vantajoso aumentar a dose, até que a fase aguda
esteja ultrapassada, desde que a dose diária total não ultrapasse os 2400 mg.
No tratamento da artrite idiopática juvenil podem ser necessárias doses superiores,
não se ultrapassando a dose de 40 mg/Kg/dia de ibuprofeno.

O intervalo entre as doses depende da evolução dos sintomas, mas nunca será
inferior a 4 horas.

Idosos
Nos idosos não há necessidade de alterar a dose, a não ser que haja insuficiência
renal ou hepática graves.



Insuficiência renal
Devem ser tomadas precauções quando se administra este medicamento a doentes
com insuficiência renal.
Em doentes com disfunção renal leve a moderada a dose inicial deve ser reduzida.
Ibuprofeno Pharmakern não deve ser tomado por doentes com insuficiência renal
grave.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Ibuprofeno
Pharmakern é demasiado forte ou demasiado fraco.

Se tomar mais Ibuprofeno Pharmakern do que deveria
A sobredosagem, mesmo com doses muito elevadas, é geralmente bem tolerada
desde que não haja outra medicação simultânea.
Os sintomas de intoxicação aguda com ibuprofeno são, nomeadamente,
perturbações do Sistema Nervoso Central associadas a cefaleias, vertigens e perda
de consciência, bem como dor abdominal, náuseas e vómitos e mais raramente
perda de consciência. Posteriormente, poderá ocorrer hipotensão, depressão
respiratória e cianose.
Em caso de sobredosagem deve proceder-se às medidas gerais comuns a outras
intoxicações, tais como lavagem gástrica e administração de carvão activado (se a
ingestão de ibuprofeno tiver ocorrido nos últimos 30 a 60 minutos) e correcção dos
electrólitos, se necessário. Não existe antídoto específico para o ibuprofeno.
Em caso de sobredosagem ou ingestão acidental, consultar o Centro de Informação
Antivenenos do INEM (808 250 143), indicando o medicamento e a quantidade
ingerida.

Caso se tenha esquecido de tomar Ibuprofeno Pharmakern

Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Proceda do seguinte modo:
• No caso de faltarem mais do que 4 horas para a dose seguinte, tome a dose
esquecida assim que lhe for possível e continue com o tratamento tal como
recomendado pelo seu médico.
• Se estiver a menos de 4 horas da próxima dose, não tome a dose esquecida e
aguarde pela toma da seguinte.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu
médico ou farmacêutico.

4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Ibuprofeno Pharmakern pode causar efeitos
secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

• Doenças gastrointestinais: os eventos adversos mais frequentemente observados
são de natureza gastrointestinal. Podem ocorrer, em particular nos idosos, úlceras
pépticas, perfuração ou hemorragia gastrointestinal potencialmente fatais. Náuseas,
dispepsia, vómitos sem ou com sangue, flatulência, dor abdominal, diarreia,
obstipação, melena (fezes de cor escura devido à presença de sangue), estomatite
ulcerosa, exacerbação de colite ou doença de Crohn, têm sido notificados na



sequência da administração destes medicamentos. Menos frequentemente têm vindo
a ser observados casos de gastrite.
• Afecções hepato-biliares (fígado e bile): elevações ligeiras e transitórias das
transaminases (ALT, AST), fosfatase alcalina e ?-GT. Casos raros de hepatite aguda
citolítica ou colestática grave, por vezes fatais.
• Doenças do Sistema Nervoso: vertigem, cefaleias e nervosismo. Depressão,
insónia, confusão, alterações de humor (labilidade emocional), sonolência, meningite
asséptica com febre e coma. Raramente foram descritos formigueiros (parestesias),
alucinações e pseudotumor cerebri.
• Afecções da pele, (tecidos cutâneos e subcutâneos): vermelhidão com manchas
planas e bem definidas (eritema cutâneo de tipo maculopapular) e comichão
(prurido). Erupções vesículo-bolhosas, urticária, eritema multiforme, eritema nodoso,
síndrome de Stevens-Johnson, queda de cabelo (alopécia) e acne. Raramente foram
descritos casos de necrólise epidérmica tóxica (síndrome de Lyell) e reacções de
sensibilidade à luz solar (fotossensibilidade).
• Afecções dos ouvidos e do labirinto: zumbidos (acufenos), diminuição da acuidade
auditiva.
• Afecções oculares: ambliopia (visão turva, escotomas e/ou alteração da visão
cromática). Casos raros de conjuntivite, diplopia, neurite óptica e cataratas.
• Doenças do sangue e do sistema linfático: alterações da coagulação, neutropenia,
agranulocitose, anemia aplástica, anemia hemolítica, trombocitopenia, eosinofilia, e
diminuição da hemoglobina. Casos raros de epistaxis e menorragia.
• Doenças endócrinas (das glândulas): diminuição do apetite. Casos raros de
ginecomastia, hipoglicemia e acidose.
• Doenças cardiovasculares (coração e veias): inchaços (edemas), retenção de
fluidos. Insuficiência cardíaca congestiva (em doentes com função cardíaca
marginal), hipertensão e palpitações. Casos raros de arritmia (taquicardia ou
bradicardia sinusal).
Os medicamentos tais como o Ibuprofeno Pharmakern podem estar associados a um
pequeno aumento do risco de ataque cardíaco (enfarte do miocárdio) ou AVC
(acidente vascular cerebral).
• Doenças respiratórias, torácicas e mediastino: asma, pneumopatia a eosinófilos e
broncospasmo.
• Doenças renais e urinárias: insuficiência renal (aguda ou crónica), diminuição da
depuração da creatinina, azotemia, poliúria, disúria e hematúria. Casos raros de
necrose papilar renal, nefropatia tubulo-intersticial aguda e síndrome nefrótico.
• Outros: anafilaxia, doença do soro, edema angioneurótico, vasculite de Henoch-
Schonlein.
Foram também descritos casos de estomatite ulcerosa, esofagite, pancreatite, rinite
e febre.
Hiponatremia.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR IBUPROFENO PHARMAKERN

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não conservar acima de 25ºC.



Não utilize Ibuprofeno Pharmakern após o prazo de validade impresso na embalagem
exterior. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não
necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Ibuprofeno Pharmakern

-A substância activa é o ibuprofeno. Cada saqueta de granulado efervescente contém
200 mg ou 400 mg de ibuprofeno.

-Os outros componentes são: ácido cítrico anidro, laurilsulfato de sódio, povidona,
sacarina sódica, carbonato de sódio anidro, bicarbonato de sódio, sílica coloidal
anidra, lactose e aroma de laranja. Ibuprofeno Pharmakern 200 mg granulado
efervescente contém ainda sacarose.

Qual o aspecto de Ibuprofeno Pharmakern e conteúdo da embalagem

Ibuprofeno Pharmakern são saquetas contendo granulado efervescente, doseadas a
200 mg ou 400 mg em ibuprofeno e está disponível em embalagens de 10 e 20
saquetas.Ibuprofeno Pharmakern está também disponível na dosagem a 600 mg, em
embalagens de 10, 20 e 30 saquetas de granulado efervescente.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

PharmaKERN Portugal - Produtos Farmacêuticos, Sociedade Unipessoal, Lda.
Av. José Gomes Ferreira, 11 - 3º, Sala 31 - Edifício Atlas II
1495-139 Miraflores - Algés
PORTUGAL

Fabricante

Kern Pharma, S.L.
C/ Venus, 72 - Polígono Industrial Colón II
E-08228 Terrassa (Barcelona)
ESPANHA

Este folheto foi aprovado pela última vez em