Captopril Mepha 25 mg Comprimidos

Para que serve folheto informativo, informação para o utilizador

Folheto / Bula do Medicamento


Recomendações

  • Sempre verifique que não é alérgica a nenhum dos componentes
  • Lembre-se, sempre verifique com seu médico, a informação que nós oferecemos é indicativa e não de forma alguma substituir a de seu médico ou outro profissional de saúde.




Folheto Informativo

Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.
- Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode
ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas
Neste folheto:
1. O que é Captopril Mepha e para que é utilizado
2. Antes de tomar Captopril Mepha
3. Como tomar Captopril Mepha
4. Efeitos secundários possíveis
5. Conservação de Captopril Mepha
6. Outras informações
Captopril Mepha 25 mg Comprimidos
Captopril Mepha 50 mg Comprimidos
A substância activa é o Captopril.
Os outros excipientes são: lactose monohidratada, celulose microcristalina, amido de
milho, óleo de rícino hidrogenado, dióxido de silicone coloidal e estearato de magnésio.

Mepha - Investigação, Desenvolvimento e Fabricação Farmacêutica, Lda.
R. Elias Garcia, 28 C
Apartado 6617
Venda Nova
2701 - 355 Amadora-Portugal

1. O QUE É CAPTOPRIL MEPHA E PARA QUE É UTILIZADO
Captopril Mepha é um medicamento que se apresenta na forma de Comprimidos para
administração oral.
Captopril Mepha pertence a um grupo de medicamentos denominados por Inibidores da
Enzima de Conversão da Angiotensina, IECAs (grupo farmacoterapêutico 3.4.2.1).
Captopril Mepha é utilizado para:
- Reduzir a pressão arterial elevada (hipertensão);
- Ajudar o coração a levar o sangue a todas as partes do corpo nos doentes com
insuficiência cardíaca crónica;



- Tratar pessoas depois de um enfarte do miocárdio para melhorar a sobrevivência e
diminuir os problemas cardíacos subsequentes;
- Tratar a doença renal em doentes com diabetes.

2. ANTES DE TOMAR CAPTOPRIL MEPHA
Não tome Captopril Mepha:
- se tem hipersensibilidade (alergia) ao Captopril ou a qualquer outro excipiente do
medicamento.
- se tem antecedentes de edema angioneurótico ou angioedema associado a tratamento
anterior com um IECA (pergunte ao seu médico se tiver alguma dúvida).
- se está grávida
- se está a amamentar
Tome especial cuidado com Captopril Mepha:
Certos problemas de saúde que possa ter, ou já tenha tido, requerem uma atenção especial
antes de tomar ou enquanto toma Captopril Mepha. Por este motivo, antes de tomar este
medicamento deve informar o seu médico no caso de sofrer de:
- vómitos ou diarreia prolongados;
- problemas renais;
- problemas cardíacos;
- problemas hepáticos;
- doença cerebrovascular;
- inchaço excessivo das extremidades, face, lábios, membranas mucosas, língua, glote ou
laringe;
- diabetes;
No caso de vir a ser submetido a cirurgia, deve informar o seu médico de que está a
tomar os comprimidos de Captopril Mepha.
Quando lhe for prescrito Captopril, o seu médico pode realizar testes sanguíneos com
regularidade, especialmente para determinar os níveis sanguíneos de potássio, no caso de
insuficiência renal.
Gravidez
Informe o seu médico se está grávida ou planeia engravidar.
Captopril Mepha não deve ser tomado durante a gravidez. O risco para o feto aumenta no
segundo e terceiro trimestres de gravidez.
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento
Aleitamento



Captopril Mepha não deve ser administrado a mulheres que se encontrem a amamentar.
Se a administração deste medicamento for inevitável, o aleitamento deve ser
interrompido.
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento
Condução de veículos e utilização de máquinas
A capacidade de conduzir e utilizar máquinas pode estar reduzida, principalmente no
início do tratamento, quando se modifica a dose ou também, quando utilizado em
associação com bebidas alcoólicas. No entanto, estes efeitos dependem da
susceptibilidade individual.
Informações importantes sobre alguns excipientes de Captopril Mepha
Captopril Mepha contém lactose. Se tem problemas hereditários de intolerância à
galactose, deficiência de lactase Lapp ou má absorção glucose-galactose não deve tomar
este medicamento.
Tomar Captopril Mepha com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente
outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.
Algumas medidas de precaução especial (ex. análises ao sangue) podem ser
recomendadas, caso esteja a tomar diuréticos poupadores de potássio (ex.
espironolactona, triamterene, ou amiloride), suplementos de potássio, substitutos do sal
contendo potássio, outros fármacos associados com o aumento do potássio sérico (ex.
heparina), compostos de lítio, medicamentos para o tratamento da gota (ex. alopurinol),
antineoplásicos, imunossupressores ou medicamentos para o tratamento da diabetes (por
via oral ou insulinas).
É também importante que o seu médico saiba se está a tomar outros medicamentos para
reduzir a pressão arterial, antidepressivos, antipsicóticos, anestésicos ou
simpaticomiméticos.
Tal como acontece para outros medicamentos para baixar a pressão arterial, o efeito do
captopril pode ser reduzido quando tomar fármacos anti-inflamatórios não esteróides.
O captopril pode causar um teste de acetona na urina falso-positivo.
3. COMO TOMAR CAPTOPRIL MEPHA
Tomar Captopril Mepha sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu
médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.



Captopril Mepha pode ser tomado antes, durante ou após as refeições. Os comprimidos
devem ser tomados com água e, se possível, deve tomar a dose diária sempre à mesma
hora.
No tratamento da hipertensão, a dose inicial usual é de 12,5 a 25 mg duas vezes ao dia. O
seu médico pode aumentar a dose gradualmente até 100 a 150 mg por dia, conforme
necessário, para atingir a pressão arterial desejada, ou pode associar-lhe outro
medicamento para baixar a pressão arterial. O médico pode receitar uma dose inicial mais
baixa nos doentes idosos ou nos doentes com problemas renais.
Quando Captopril Mepha é usado no tratamento de doentes com insuficiência cardíaca, a
dose inicial usual é de 6,25 a 12,5 mg, duas ou três vezes ao dia. O médico pode
aumentar a dose gradualmente até 150 mg por dia.
Quando é usado após o enfarte do miocárdio, a dose teste usual é de 6,25 mg; a dose
depois será aumentada pelo médico até ao máximo de 150 mg por dia.
No tratamento da doença renal em doentes com diabetes a dose usual de Captopril Mepha
é de 75 a 100 mg por dia.
Em crianças, a dose inicial é de 0,3 mg/kg de peso corporal, geralmente administrada 3
vezes ao dia, sendo a dose e o intervalo entre as doses adaptado ao médico em função da
resposta do doente.
Em idosos, a dose inicial poderá ser mais baixa (6,25 mg duas vezes ao dia).
É importante que continue a tomar Captopril Mepha até que o seu médico lhe dê outra
indicação.
Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Captopril Mepha é
demasiado forte ou demasiado fraco.
Se tomar mais Captopril Mepha do que deveria
No caso de sobredosagem ou ingestão acidental contacte o Centro de Informação
Antivenenos (808250143), indicando o medicamento e a quantidade ingerida, ou consulte
o seu médico ou hospital mais próximo.
Caso se tenha esquecido de tomar Captopril Mepha
Tente tomar Captopril Mepha todos os dias, conforme receitado. Caso se esqueça de
tomar uma dose, tome-a assim que puder. No entanto, se estiver quase na hora de tomar a
próxima dose, não o faça e volte a tomar Captopril Mepha dentro do horário previsto.
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.
4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS



Como os demais medicamentos, Captopril Mepha pode ter efeitos secundários.
Os seguintes efeitos secundários foram descritos por doentes que tomaram captopril, nas
respectivas frequências:
Muito raros:
neutropenia/agranulocitose, pancitopenia particularmente em doentes com perturbação
renal, anemia, número anormalmente pequeno de plaquetas no sangue, linfadenopatia,
eosinofilia, doenças auto-imunes e/ou títulos positivos de anticorpos antinucleares, nível
de potássio elevado, nível de glicemia baixo, confusão, depressão, incidentes
cerebrovasculares (incluindo acidente vascular cerebral e síncope), visão turva, paragem
cardíaca, choque cardiogénico, broncospasmo, rinite, alveolíte alérgica/pneumonia
eosinofílica, perturbações a nível do fígado e colestase (incluindo icterícia), inflamação
do fígado incluindo necrose, enzimas hepáticas aumentadas e bilirrubina, inflamação da
língua, úlcera da mucosa alimentar, inflamação do pâncreas, urticária, síndroma Stevens
Johnson, eritema multiforme, sensibilidade anormal à luz, eritema intenso (eritrodermia),
reacções penfigóides (reacções cutâneas bolhosas) e dermatite exfoliativa, dores
musculares, dores nas articulações, síndroma nefrótico, impotência, desenvolvimento
excessivo das glândulas mamárias masculinas, febre, presença de proteínas na urina em
valores superiores ao normal (proteinúria), aumento do potássio sérico, diminuição do
sódio sérico, creatinina sérica e bilirrubina sérica, diminuição da hemoglobina,
hematócrito, leucócitos, trombócitos e dos títulos de anticorpos antinucleares positivos e
aumento da velocidade de sedimentação eritrocitária.
Raros: anorexia, sonolência, dores de cabeça e formigueiros, inflamação da mucosa da
boca/ulcerações aftosas, alterações da função renal incluindo falência renal, produção
excessiva ou reduzida de urina, aumento da frequência urinária.
Pouco frequentes: batimentos rápidos do coração ou distúrbios do ritmo do coração,
angina de peito, palpitações, pressão arterial baixa, síndroma de Raynaud, vermelhidão,
palidez, angioedema (edema do tecido subcutâneo ou mucosa, especialmente lábios e
pálpebras, embora qualquer parte do corpo possa ser envolvida), dor torácica, fadiga,
mal-estar.
Frequentes:
alterações do sono, perda do paladar, tonturas, tosse seca, irritativa (não produtiva) e
dificuldade em respirar, náuseas, vómitos, irritação gástrica, dor abdominal, diarreia,
prisão de ventre, secura da boca, comichão com ou sem erupção cutânea, erupção cutânea
e queda de cabelo.
Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico
ou farmacêutico.
5. CONSERVAÇÃO DE CAPTOPRIL MEPHA



Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não conservar acima dos 25º C.
Conservar na embalagem original.
Não utilize Captopril Mepha após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.
6. OUTRAS INFORMAÇÕES
Se ainda tem alguma dúvida ou pergunta sobre Captopril Mepha consulte o seu médico
ou farmacêutico, ou contacte:
Mepha - Investigação, Desenvolvimento e Fabricação Farmacêutica, Lda.
R. Elias Garcia, 28 C
Apartado 6617
Venda Nova
2701 - 355 AMADORA – PORTUGAL
Este folheto foi revisto pela última vez em Setembro de 2005