Atrovent Unidose 250

Para que serve folheto informativo, informação para o utilizador

Folheto / Bula do Medicamento


Recomendações

  • Sempre verifique que não é alérgica a nenhum dos componentes
  • Lembre-se, sempre verifique com seu médico, a informação que nós oferecemos é indicativa e não de forma alguma substituir a de seu médico ou outro profissional de saúde.




FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR
Atrovent Unidose 250, 0,25mg/ 1ml, Solução para inalação por nebulização
Brometo de ipratrópio
Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
-Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
-Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
-Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o
medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos
sintomas.
-Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico.
Neste folheto:
1. O que é Atrovent Unidose e para que é utilizado
2. Antes de tomar Atrovent Unidose
3. Como tomar Atrovent Unidose
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Atrovent Unidose
6. Outras Informações

1. O QUE É ATROVENT UNIDOSE E PARA QUE É UTILIZADO
Grupo farmacoterapêutico: 5.1.2 Aparelho Respiratório. Antiasmáticos e
broncodilatadores. Antagonista colinérgicos
Código ATC : R03BB01
Atrovent Unidose é indicado, quando usado em associação com ?-agonistas
inalatórios, no tratamento do broncospasmo reversível associado à doença
pulmonar obstructiva crónica (incluindo a bronquite crónica agudizada) e à
asma.
Atrovent Unidose é um composto de amónio quaternário com propriedades anti-
colinérgicas (parasimpaticolíticas). Em estudos pré-clínicos, parece inibir os
reflexos mediados pelo vago, antagonizando a acção da acetilcolina, que é o
agente transmissor libertado do nervo vago.
Os anticolinérgicos evitam o aumento da concentração intracelular de
monofosfato cíclico de guanosina (GMP cíclico), provocado por interacção da
acetilcolina com os receptores muscarínicos do músculo liso dos brônquios.
A broncodilatação que se observa após a inalação de Atrovent Unidose é
induzida por uma concentração local de fármaco suficiente para que ocorra



eficácia anticolinérgica no músculo liso brônquico, e não por concentrações
sistémicas de fármaco.
Evidências pré-clínicas e clínicas não sugerem a ocorrência de efeitos nocivos
do Atrovent Unidose sobre a secreção de muco nas vias respiratórias, a
clearance mucociliar e as trocas gasosas.
O efeito broncodilatador do Atrovent Unidose no tratamento do broncospasmo
agudo associado a asma, demonstrou ser potencialmente benéfico em alguns
estudos clínicos realizados em adultos e em crianças com mais de 6 anos de
idade. Na maioria destes estudos, o Atrovent Unidose foi administrado em
associação a um beta-agonista inalatório.
Embora os dados disponíveis sejam limitados, Atrovent Unidose demonstrou
exercer um efeito terapêutico no tratamento do broncospasmo associado à
bronquiolite viral e à displasia broncopulmonar no recém-nascido e em crianças
pequenas.

2. ANTES DE TOMAR ATROVENT UNIDOSE
Não tome Atrovent Unidose
-se tem hipersensibilidade conhecida à atropina ou seus derivados ou a qualquer
outro dos componentes do medicamento.
Tome especial cuidado com Atrovent Unidose
Atrovent Unidose deve ser usado com cuidado em doentes com predisposição
para glaucoma de ângulo estreito, com hipertrofia da próstata ou obstrução do
colo da bexiga.
Doentes com fibrose cística podem estar mais predispostos para distúrbios da
motilidade gastrointestinal.
Podem ocorrer reacções imediatas de hipersensibilidade após administração de
Atrovent Unidose, solução para inalação, o que foi demonstrado por raros casos
de urticária, angioedema, rash, broncospasmo, edema da orofaringe e
anafilaxia.
Complicações oculares
Houve referências isoladas de complicações oculares (p. ex. midríase, aumento
da pressão intra-ocular, glaucoma de ângulo estreito, dores nos olhos) quando a
nebulização de brometo de ipratrópio, isoladamente ou em associação a um
agonista-?2 adrenérgico, foi vaporizada para os olhos.



Dores ou desconforto ocular, visão turva, halos visuais e imagens coloridas em
associação a olhos vermelhos devido a congestão da conjuntiva e da córnea,
podem ser sinais de glaucoma de ângulo estreito agudo. Se se desenvolver
alguma combinação destes sintomas, deve-se
iniciar o tratamento com gotas mióticas e procurar imediatamente conselho de
médicos especialistas.
Os doentes devem ser ensinados a administrar correctamente a solução para
inalação Atrovent Unidose. Deve-se ter cuidado para não permitir que a solução
ou o spray vá para os olhos. Recomenda-se que a solução nebulizada seja
administrada utilizando uma peça bocal. Se esta não estiver disponível e for
utilizada uma máscara nebulizadora, esta deve ser ajustada de forma adequada.
Os doentes que possam ter predisposição para glaucoma devem ser alertados
especialmente para protegerem os seus olhos.
Ao tomar Atrovent Unidose com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado
recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem
receita médica.
O Atrovent Unidose tem sido utilizado juntamente com outros fármacos
normalmente utilizados no tratamento da doença pulmonar obstructiva crónica,
incluindo broncodilatadores simpaticomiméticos, metilxantinas, esteróides e
cromoglicato dissódico sem evidência de interacções medicamentosas
significativas.
Apesar da absorção sistémica ser mínima com a administração de Atrovent
Unidose por via inalatória, a administração simultânea de outros
antimuscarínicos não foi completamente estudada e deve ser evitada (ver Não
tome Atrovent Unidose).
Os ?-adrenérgicos e as preparações com xantina podem intensificar os efeitos
broncodilatadores.
O risco de glaucoma agudo em doentes com história de glaucoma de ângulo
estreito pode ser aumentado quando são administrados em simultâneo brometo
de ipratrópio nebulizado com agentes ?-miméticos (ver Tome especial cuidado
com Atrovent Unidose).
Não se deverá proceder à administração simultânea no mesmo nebulizador de
Atrovent Unidose e cromoglicato dissódico solução para inalação, que contenha
o conservante cloreto de benzalcónio, dado que pode ocorrer precipitação.
Gravidez e aleitamento



A segurança do Atrovent Unidose durante a gravidez humana não foi ainda
estabelecida. Os benefícios que possam resultar da administração do Atrovent
Unidose durante uma gravidez confirmada ou suspeita, têm que ser
devidamente equacionados com o risco eventual que daí possa advir para o
feto. Os estudos pré-clínicos não revelaram efeitos embriotóxicos ou
teratogénicos após inalação ou aplicação intranasal de doses consideravelmente
superiores às doses recomendadas em humanos.
Não se sabe se o Atrovent Unidose é excretado no leite materno. Apesar de
bases quaternárias insolúveis em lípidos passarem para o leite, não é provável
que o Atrovent Unidose atinja a criança numa extensão importante,
especialmente quando administrado numa solução inalatória. Contudo, dado que
muitos fármacos são excretados no leite materno, deve ter-se cuidado quando o
Atrovent Unidose é administrado a mulheres a amamentar.
Condução de veículos e utilização de máquinas
Não está descrito qualquer efeito deste medicamento sobre a capacidade de
condução e utilização de máquinas.

3. COMO TOMAR ATROVENT UNIDOSE
Tomar Atrovent Unidose sempre de acordo com as indicações do médico. Fale
com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
A posologia deve ser adaptada às necessidades individuais do doente; os
doentes também devem ser mantidos sob supervisão médica durante o
tratamento. A não ser que seja prescrito de outra forma, são recomendadas as
seguintes doses:
Crianças de 6 - 12 anos:
1 ampola de dose unitária; podem ser administradas doses repetidas até o
doente se encontrar estabilizado. O intervalo de tempo entre as doses deve ser
determinado pelo médico.
O Atrovent Unidose pode ser administrado em associação a um ?-agonista
inalatório.
Crianças com menos de 6 anos de idade:
Dado existirem informações limitadas neste grupo etário, as seguintes
recomendações de dosagem devem ser dadas sob supervisão médica:
1 ampola de dose unitária; podem ser administradas doses repetidas até o
doente estar estabilizado. O intervalo de tempo entre as doses deve ser
determinado pelo médico.
O Atrovent Unidose pode ser administrado em combinação com um ?-agonista
inalatório.



As ampolas de dose unitária de 1 ml devem ser diluídas com soro fisiológico até
um volume final de 2-4 ml ou podem ser associados a solução para inalação
bromidrato de fenoterol.
Doses diárias que excedam 1 mg em crianças com menos de 12 anos de idade
devem ser administradas sob supervisão médica.
É aconselhável não exceder grandemente a dose diária recomendada.
Se o tratamento não der origem a uma melhoria significativa ou se o estado do
doente piorar, deve-se procurar conselho médico no sentido de determinar um
novo plano de tratamento. No caso de dispneia aguda ou que piore rapidamente
(dificuldade em respirar) deve-se consultar imediatamente um médico.
Atrovent Unidose, solução para inalação, pode ser administrado utilizando
vários aparelhos de nebulização comercialmente disponíveis. Quando se
encontra disponível oxigénio, a solução é melhor administrada a uma velocidade
de fluxo de 6-8 litros por minuto.
Atrovent Unidose, solução para inalação, é adequado para inalação simultânea
com os secretomucolíticos cloridrato de ambroxol em solução para inalação,
cloridrato de bromexina em solução para inalação e com bromidrato de
fenoterol em solução para inalação.



Instruções de utilização e manipulação
As ampolas de dose
Preparar o nebulizador para enchimento, de
unitária destinam-se
acordo com as instruções fornecidas pelo
somente para inalação
fabricante ou médico.
com aparelhos de

nebulização adequados e
não devem ser tomadas Retirar uma ampola de dose unitária da fita.
por via oral, ou
administradas por via

parenteral.
Abrir a ampola de dose unitária, torcendo
firmemente o topo.

Apertar o conteúdo da ampola de dose unitária
para dentro do reservatório do nebulizador.

Adaptar o nebulizador e usar como indicado.

Após utilização, deitar fora qualquer solução que
fique no reservatório e limpar o nebulizador,
seguindo as instruções do fabricante.


Como as ampolas de dose unitária não contêm conservantes, é importante que
o seu conteúdo seja utilizado rapidamente após abertura e que seja utilizada
uma ampola nova em cada administração, de modo a evitar contaminação
microbiológica. As ampolas de dose unitária parcialmente usadas, abertas ou
danificadas devem ser rejeitadas.
Se tomar mais Atrovent Unidose do que deveria
Não foram encontrados sintomas específicos de sobredosagem. Considerando a
grande amplitude terapêutica e a aplicação tópica de Atrovent Unidose, solução
para inalação, não se espera que ocorram nenhuns sintomas graves anti-
colinérgicos. Podem ocorrer manifestações sistémicas menores anti-colinérgicas
incluindo boca seca, distúrbios de acomodação visual e taquicardia.
Caso se tenha esquecido de tomar Atrovent Unidose
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de
tomar.
Se parar de tomar Atrovent Unidose
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento fale com o seu
médico ou farmacêutico.




4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS
Como os demais medicamentos, Atrovent Unidose pode causar efeitos
secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.
Os efeitos adversos não respiratórios mais frequentes em ensaios clínicos foram
cefaleias, náuseas e secura da boca.
Os seguintes efeitos indesejáveis têm sido observados com Atrovent Unidose:
taquicardia, palpitações, taquicardia supraventricular e fibrilhação auricular em
doentes que se sabe serem susceptíveis, distúrbios da acomodação ocular,
distúrbios da motilidade gastrointestinal e retenção urinária. Estes efeitos
indesejáveis têm sido raros e reversíveis. O risco de retenção urinária pode estar
aumentado em doentes com obstrução pré-existente do fluxo urinário.
Foram notificados efeitos secundários oculares (ver Tome especial cuidado com
Atrovent Unidose).
Tal como com outra terapêutica inalatória, incluindo broncodilatadores, tem-se
observado tosse, irritação local e, mais raramente, broncospasmo paradoxal.
Podem ocorrer reacções do tipo alérgico, tais como rash cutâneo, angioedema
da língua, lábios e face, urticária, laringospasmo e reacções anafiláticas.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR ATROVENT UNIDOSE
Conservar a temperatura inferior a 25º C.
Não congelar.
Proteger da luz solar directa.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Manter em lugar seco e fresco.
Não utilize Atrovent Unidose após o prazo de validade impresso no rótulo e
embalagem exterior, a seguir a Val.. O prazo de validade corresponde ao último
dia do mês indicado.



Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo
doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de
que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. OUTRAS INFORMAÇÕES
Qual a composição de Atrovent Unidose
-A substância activa é brometo de ipratrópio (0,25 mg/ml);
-Os outros componentes são cloreto de sódio, ácido clorídrico e água purificada.
Qual o aspecto de Atrovent Unidose e conteúdo da embalagem
Atrovent Unidose é apresentado em embalagens de 20 e 60 ampolas-unidose.
Cada ampola-unidose contém 1 ml de solução para inalação por nebulização.
Titular da Autorização de Introdução no Mercado
Unilfarma, Lda
Av. de Pádua, 11
1800-294 Lisboa
Portugal
Fabricante
Boehringer Ingelheim, Ltd.
Ellesfield Avenue
Bracknell
RG12 8YS Berkshire
Reino Unido

Este folheto informativo foi aprovado pela última vez em: